A hora e a vez de Billy Nayer

Suponhamos que a média do cineasta indie seja de dois filmes por ano. O mais perto que ele chegou de Jim Jarmusch foi devorando um McWenders na mesa vizinha da lanchonete bacana de Sundance. Tudo bem. Não é de todo fácil ser Jim. Não basta mostrar a bunda pro sistema. Até porque entre mostrar e dar a diferença é pouca. Cory McAbee, o cara aí de cima, não fala por Jim, mas é tão bom quanto. Outro à parte. Esse vídeo sempre foi dos meus favoritos no YouTube, mas conheci o trabalho de Cory foi mesmo em The american astronaut (EUA, 2001), o qual poderia descrever (ou morrer tentando) como um sci-fi-spaghetti-musical. Filmaço.

Anúncios

Uma resposta to “A hora e a vez de Billy Nayer”

  1. Shades of stingray « a tangerina Says:

    […] Stingray Sam, novo filme/banda/western espacial de Cory McAbee – um cara bacana, daqueles que aparecem com roupa mariachi e bigode estilo Paulo Cintura para conhecer seus pais. Compositor de “The Girl With the Vagina Made of Glass”. Clássico. Já falei brevemente dele aqui.  […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: