Nada mal

Mas o que sempre lembrarei é de eu saindo de uma festa em 2003. Fui abordada por outro convidado, um autor consagrado. Ele me perguntou sobre o homem com quem eu estava falando. Mansamente me disse não saber que Barack Obama era um convidado da festa, e que tinha pedido a ele para arrumá-lo um drinque. Em menos de seis anos, Obama passou de alguém confundido com um garçom entre a elite nova-iorquina para presidente eleito.

Katherine Rosman, The Wall Street Journal

Via Panopticist.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: